Close

Festivais gastronômicos e shows encerram a programação do Encontro Mundial

O Encontro Mundial das Cidades Criativas da Gastronomia da Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco), que está sendo realizado em Belém desde o último dia 7, está chegando ao fim. Para fechar o evento, a Prefeitura de Belém promove nesta sexta-feira, 10, a partir das 17h, no Portal da Amazônia, uma grande festa de encerramento aberta ao público, com os Festivais do Açaí e das Tacacazeiras, a Feira Gastronômica Popular e shows de Fafá de Belém, Pinduca e o Baile do Mestre Cupijó.

A realização do IV Festival do Açaí, dentro da programação do Encontro, tem a coordenação da Secretaria Municipal de Economia (Secon), em parceria com a Associação dos Vendedores Artesanais de Açaí (Avabel). O festival visa divulgar e valorizar o patrimônio cultural e gastronômico de Belém, especificamente o açaí, demonstrando ao público a forma correta de manipulação do fruto e proporcionando a geração de trabalho e renda para município.

Nesta quarta edição do Festival do Açaí, o público desfrutará de várias opções de comidas à base de açaí, além de poder conhecer de perto a forma correta da manipulação do fruto, com a demonstração no food truck do Heron.

Já o Festival das Tacacazeiras contará com doze barracas que estarão vendendo a porção de uma das receitas mais queridas do paraense. Além disso, o evento contará com dezenas de barracas com pratos típicos na Feira Gastronômica Popular.

“O Encontro Mundial da Gastronomia tem justamente este propósito, de valorizar e difundir a nossa gastronomia. É importante que todos curtam, conheçam e apreciem a nossa gastronomia. Não dá para fazer um evento como esse restrito somente àqueles que vieram nos visitar. Não, o evento é também para a nossa população, que ama os sabores desse Estado. Essa ideia do prefeito Zenaldo Coutinho foi justamente para unir todos em uma grande festa, com a participação dos nossos restaurantes, mas também daqueles tradicionais vendedores com barracas de comidas típicas que temos nas esquinas”, destaca o coordenador do Comitê Cidades Criativas da Unesco em Belém, João Cláudio Klautau.

Outra grande participação nesta festividade de encerramento será das merendeiras da rede municipal de ensino premiadas no concurso “Melhores Receitas da Alimentação Escolar”, promovido pelo Ministério da Educação (MEC) e pelo Fundo Nacional de Desenvolvimento (FNDE).

“A educação é fundamental para o desenvolvimento do cidadão como um todo ao longo da vida. Nesse aspecto, a Prefeitura de Belém vem investindo na educação do município não só buscando bons resultados pedagógicos, mas também associando a pedagogia à vocação gastronômica. Dessa forma, nossas merendeiras também recebem aulas práticas de gastronomia e treinamentos inerentes a manipuladores de alimentos, de modo que possam criar receitas diferenciadas, originais e saborosas para constituir o cardápio das escolas municipais, ricos de sabores e recheados de criatividade. Assim, nossos cardápios escolares têm sido exemplos dos sabores amazônicos, portanto, o prefeito fez questão da participação das merendeiras dentro deste festival”, explica o presidente da Fundação Municipal de Assistência ao Estudante (Fmae), Walmir Moraes.

Haverá, ainda, a apresentação de alguns dos ícones da música popular paraense, com entrada franca.

Por Karla Pereira

Mais Notícias

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *