Close

Festivais encerram programação das Cidades Criativas em Belém

“A gente volta para Belém e tem uma recepção dessas, é para botar o carimbó na ponta do pé de novo. Que saudade eu sinto de dançar e comer as coisas daqui!”, afirmou a estudante Socorro Tovani, 38 anos, que atualmente mora em Fortaleza (CE) e veio passar alguns dias ao lado da família, em Belém, e prestigiou o encerramento da programação do Encontro Mundial das Cidades Criativas da Gastronomia da Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco), realizado na noite desta sexta-feira, 10, no Portal da Amazônia.

Organizado pela Prefeitura de Belém, o evento contou com apresentações musicais de Fafá de Belém, Pinduca, Baile do Mestre Cupijó, além dos Festivais do Açaí e das Tacacazeiras e da Feira Gastronômica Popular.

Centenas de pessoas compareceram à programação do Encontro Mundial, realizado pela primeira vez na América. O evento na Orla de Belém foi a culminância deste Encontro, cuja proposta é desenvolver estratégias para potencializar negócios e a sustentabilidade no setor da culinária na região.

“Há meses projetamos este evento para que os visitantes pudessem conhecer o máximo possível da cultura da nossa região, e felizmente superamos as expectativas, ainda mais por termos tido dentro da programação a participação popular”, afirmou a representante do município no Encontro, Cláudia Sadalla.

Festivais – A realização do IV Festival do Açaí foi motivo de comemoração para quem foi ao Portal. Sob a coordenação da Secretaria Municipal de Economia (Secon), em parceria com a Associação dos Vendedores Artesanais de Açaí (Avabel), o festival ofereceu ao público várias opções de comidas a base de açaí, e ensinou a forma correta da manipulação do fruto.

Já o Festival das Tacacazeiras contou com doze barracas que venderam porções de uma das receitas mais queridas do paraense, tendo como estrela o tucupi.

A família da empresária Juliana Oliveira, 26 anos, soube da Feira Gastronômica  e aproveitou o tempo livre no final da tarde para degustar das comidas típicas. “A gente valoriza demais as comidas daqui, então poder desfrutar de um encontro como esse foi uma das melhores opções para curtir com o filho pequeno”, disse Juliana.

As merendeiras da rede municipal de ensino premiadas no concurso nacional promovido  pelo Ministério da Educação (MEC) e pelo Fundo Nacional de Desenvolvimento (FNDE) participaram do Festival Gastronômico. As três finalistas, Maria Cláudia Ferreira,Rosiete Quaresma e Joselene do Socorro Freitas levaram suas receitas premiadas para a população degustar e conhecer os sabores que elas servem na merenda dos alunos das escolas municipais de Belém.

Repercussão – Ícone da música paraense, Fafá de Belém enfatizou a importância de fazer parte deste momento em que o Estado está em evidência para o mundo. “Sou do tempo em que as pessoas ainda não valorizavam essa nossa regionalidade, e, assim como o Pinduca, batalhamos para botar a nossa cultura em evidência. Acho que agora a gente começa a falar para fora e com força e o Festival Gastronômico tem uma importância muito grande nesse processo. Nós somos um país diferente em aromas, sabores e sotaques, e eu, que há muito tempo levo meu Estado na cuia, fico muito feliz”.

Reconhecimento – Belém conquistou o título mundial de Cidade Criativa da Gastronomia conferido pela Unesco, em 2015, concedido a apenas 18 localidades em todo o mundo.

Por Karla Pereira

Mais Notícias

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *