Close

Empreendedoras de Cotijuba recebem Comitê Belém Cidade Criativa da Gastronomia

Quem frequenta a ilha de Cotijuba para eventualmente desfrutar da calmaria, apreciar a natureza ou praticar esportes não imagina a diversidade de riquezas produzidas pelos moradores e a economia criativa circulante no local. Na manhã de quarta-feira, 17, integrantes do Comitê Belém Cidade Criativa da Gastronomia visitaram a sede do Movimento das Mulheres das Ilhas de Belém (MIB), uma associação que trabalha na linha da produção de alimentos com sustentabilidade e visando o desenvolvimento social.

“A associação que nós fomos visitar faz parte do Comitê Belém Cidade Criativa da Gastronomia e a nossa ida à Cotijuba, além de conhecer o trabalho que elas realizam, foi para estreitar os nossos laços, as nossas relações, fazer com que o trabalho que elas já realizam há 20 anos na ilha de Cotijuba seja inserido agora, vivamente, dentro da nossa agenda de eventos, de execução de pautas, de desenvolvimento, principalmente da gastronomia em Belém”, explica Manoel Leite, coordenador de Desenvolvimento e Negócios da Companhia de Desenvolvimento e Administração da Área Metropolitana de Belém (Codem) e membro da mesa diretora do Comitê Belém Cidade Criativa da Gastronomia.

Para a Adriana Lima, representante do MIB no Comitê e coordenadora da entidade, a visita do grupo é de suma importância para a associação e para as empreendedoras, garantindo mais visibilidade, oportunidade e fortalecimento como comunidade.

“É muito importante quando um órgão do município, um comitê desse tamanho, dessa estrutura, chega à ilha. Chegar até aqui, à comunidade, é trazer os benefícios, trazes novas oportunidades, abrir novos horizontes”, ressalta a representante. “Nos fortalece enquanto associação, enquanto empreendedoras e faz a gente ter uma visão muito maior do que a gente possa construir”, completa Adriana.

O MIB promove o desenvolvimento social com mulheres produtoras na ilha, empoderando e estimulando a geração de renda para elas e, consequentemente, para a comunidade. Toda produção dos insumos é feita de forma natural, a partir do cultivo e da colheita de alimentos diversos. As vendas ocorrem por meio de parceria comercial. Uma das mais importantes parceiras é a Natura, empresa líder no mercado nacional no setor de cosméticos.

Além de Cotijuba, as ilhas de Jutuba, Paquetá, Nova e outras recebem o apoio do MIB. Atualmente, 70 mulheres estão na associação, mas este número pode chegar em breve a 100, com a atualização por conta do ingresso de novas empreendedoras.

A produtora Licinha, carinhosamente chamada por todos de Dona Deca, produz priprioca. Há dez anos no ramo, tem o apoio da associação para obter renda e já conseguiu melhorar o conforto domiciliar. “Eu espero que esse projeto da priprioca nunca acabe, porque isso ajuda muito as pessoas na renda familiar, é uma renda extra que nós temos”, diz a produtora. 

Um dos pontos que chamou a atenção do comitê foi a iniciativa das mulheres na perpetuação do conhecimento, garantindo às gerações futuras conhecimento sobre a agricultura, a culinária e outras atividades da região. A força motriz do trabalho delas é fazer o que elas já fazem hoje, seja perpetuado, que o conhecimento seja repassado para as futuras gerações. E nós, enquanto Comitê, estamos muito atentos a esse tipo de ação”, destaca Cláudia Sadalla, representante da Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco) em Belém.

A Unesco criou em 2004 a Rede de Cidades Criativas para promover a cooperação entre as cidades que identificaram a criatividade como fator estratégico para o desenvolvimento urbano sustentável.

O título de Cidade Criativa da Gastronomia, concedido a Belém em 2015, tem a finalidade de impulsionar o turismo gastronômico, a sustentabilidade, o intercâmbio de informações, além da pesquisa e geração de emprego e renda. Como Cidade Criativa, a capital do Pará integra uma rede de cidades que buscam desenvolvimento de maneira sustentável e de modo socialmente justo.

Texto:

Jamylle Araújo

Mais Notícias

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *