O Primeiro Encontro da Gastronomia Mundial, uma iniciativa da cidade de Belém, foi realizado entre os dias 7 e 11 de novembro 2017 e recebeu representantes das Cidades Criativas do Brasil, de todas as Cidades da Gastronomia da UNESCO e de diversos representantes das cidades de outras áreas criativas. O Encontro contou com workshop, cooking show, festivais gastronômicos e de música, visitas guiadas ao Ver-o-Peso, à Ilha do Combu e às futuras instalações do Centro Global de Gastronomia.

Houve, ainda, duas reuniões com os pontos focais. A internacional, com discussões em torno da economia criativa, sustentabilidade e crescimento econômico, através da gastronomia. E a nacional, quando as cidades de Belém, Paraty e Florianópolis elaboraram e assinaram termo de cooperação técnica para formatar parcerias de intercâmbio acadêmico e profissional, com objetivo de fortalecer e desenvolver o setor da gastronomia, promovendo a cultura e o turismo e estimulando o desenvolvimento sustentável das regiões. O público estimado foi de 5.000 pessoas.

Também foi destaque no evento a realização inédita de um cooking show com transmissão ao vivo em que os chefs nacionais e internacionais trocaram os ingredientes na hora da preparação dos pratos, por sorteio, promovendo um verdadeiro intercâmbio gastronômico.

No workshop, os participantes do Encontro Mundial debateram “O que a biodiversidade oferece para a gastronomia e o que a gastronomia pode fazer para a biodiversidade?”. O debate teve como focos o mercado, a gastronomia, a sustentabilidade e a biodiversidade. Contou com a curadoria do chef e jornalista Roberto Smeraldi, vice-presidente do Instituto ATÁ, e a participação de especialistas de diversas áreas, de renome internacional.